POSTAIS


aconteci invisível

quando vi

era visto



Escrito por mauronoleto às 23h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O
C
I
O
C
I
O
O
C
I
O
C
I
O
O
C
I
O
O
O
C
I
O
(S)
O
C
I
O
S
O
S


Escrito por mauronoleto às 22h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Nada que haja acontecido

o quase sido explicava

"não fosse isso"

era uma frase

era o que faltava

logo quem, faltar?

Para alegria dos dias

ninguém

nem uma frase

foi avisar

destino sabido

e inesperado

é esperar



Escrito por mauronoleto às 22h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Avança

 - vertigem -

o precipitado

sobre o tabuleiro

 

fracasso iminente

pedido atendido

até o próximo

precipício



Escrito por mauronoleto às 22h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quem sabe tanta ciência

sente o que pensa?

Quem sabe sabe

que apenas tenta.



Escrito por mauronoleto às 14h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


HR

moku / tree

HU MAN RIGHT

TO BE

FREE ASA TREE



Escrito por mauronoleto às 11h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Agora ou água

A  história da ponte

não é a mesma história do

rio

a mesma ponte o mesmo

rio

o mês sobre o

rio

o sempre embaixo da ponte

- agora

ou

água

a ponte sobre o

rio

- antes

ou

tábuas

o rio sobre a

ponte

Pedem passagem!



Escrito por mauronoleto às 21h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por mauronoleto às 18h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Na pele do universo

Escrevo teu nome no meu

Não quero meu verso

Perdido entre estrelas

Luz do passado

Regalo da noite sem lua

Eu acordado

a cair

do céu

o sono

ou

o fado



Escrito por mauronoleto às 17h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Férias em Brasília:

as crianças adoram descer o tobogã do Congresso!!!!



Escrito por mauronoleto às 01h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


2007

Feliz

em diante

esperança!



Escrito por mauronoleto às 16h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


zzzzzzz

2007

007

7

zzzzzzz

 



Escrito por mauronoleto às 16h31
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


carta carioca



Escrito por mauronoleto às 16h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Amigo Secreto:

Livros

 

 

Equador, Miguel Sousa Tavares, uma travessia de horizontes de Portugal a Porto Príncipe, durante os últimos suspiros da monarquia portuguesa: histórico, erótico, trágico.

 

Este (presente) eu tô esperando ganhar:

 

Raridade para quem pode pagar 210 reais:

Catatau, de Paulo Leminski

Clique para ampliar a capa

estante virtual (confira em Links):

 

Os Donos do Poder, Raymundo Faoro:

Livro - Donos Do Poder, Os

 Arnaldo de novo - como é que chama o nome disso?

 

 

os melhores discos para uma ilha deserta:

Se você fosse obrigado a ir para uma ilha deserta levando apenas 10 discos, o que escolheria e por que? Neste livro estão reunidas as escolhas de grandes compositores e músicos como Tom Zé, Luis Tatit, Arnaldo Cohen, Eduardo Gianetti, Marcelo Coelho...



Escrito por mauronoleto às 13h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Amigo secreto:

sete CD's

A voz malemolente de Céu:

 

LOVE The Beatles:

Leia:

O pai, o filho e o espírito santo

08.12.2006
 |  O que há de tão engraçado sobre “Love”? Bem, antes de morrer, em 2001, George Harrison havia combinado com Guy Laliberté produzir um show com músicas dos Beatles para o Cirque du Soleil. Dois anos depois, Giles Martin, filho do maestro George Martin, dando uma grande ajuda ao pai, começou a trabalhar em cima das gravações originais do grupo. Remixou, cortou, esticou, acelerou, ralentou, superpôs e colou de volta. O show “Love” estreou em junho passado, no hotel Mirage, de Las Vegas, ao custo total de quase R$ 700 milhões. E os discos com a trilha sonora correspondente – uma versão em estéreo e outra em 5.1, três minutos mais longa – foram mundialmente lançados pela EMI em novembro.

Giles tomou cuidado para não profanar a obra do pai e dos Beatles. Não há nem batidas eletrônicas nem qualquer modernização, exceto a das próprias técnicas contemporâneas de mixagem (o que não é pouco). Foi admitido no emprego depois de fazer uma colagem até previsível, a das indianizadas “Within you without you” e “Tomorrow never knows”. O resultado final foi aprovado por Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono e Olivia Harrison. A única nova gravação no CD é um arranjo de cordas composto por George Martin, hoje com 80 anos, para um take alternativo de “While my guitar gently weeps”. E, no entanto, tudo o que se ouve nas 26 faixas, formadas por trechos declarados de 37 músicas, fora as inúmeras “pontas” não creditadas, soa novo, não como uma mera recompilação.
http://nominimo.ig.com.br/notitia/servlet/newstorm.notitia.presentation.NavigationServlet?publicationCode=1&pageCode=2

As baladas havaianas de Jack Johnson:

vento frio

mar invernado

não é mais rock

o número 4:

Música Popular Indispensável e em dobro:

O grave suave de Arnaldo:

 



Escrito por mauronoleto às 12h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Centro-Oeste, Solar da Serra, São Bartolomeu, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Arte e cultura, Política, Literatura



Histórico


Categorias
Todas as mensagens Link Citação



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 Alfredo Rossetti - sítio de poesia
 Maísa "poeta" Pupila
 Revista Zunái - poesia e debates
 Revista etcetera - arte e literatura
 FÓRUM DE POESIA
 Blog do Noblat
 Blog do Josias - nos bastidores do poder
 Blog do Fernando Rodrigues
 Concretismo
 Digestivo Cultural
 Blog do Mino Carta
 Blog do ALON
 Conexão Política Franklin Martins
 Planície Heróica
 Anomalias
 Tudo em cima
 Umbigo do Sonho
 Palimpnóia
 Caqui Leminski
 Oscar Araripe
 Cemitério de Navios
 o biscoito fino e a massa
 Angeli